CUIDE-SE

Benefícios da respiração profunda. E exercícios de respiração.

Inspire. Espire… Fazemos isso o dia inteiro, todos os dias sem pensar. No entanto, pergunte-se: quando foi a última vez que você respirou fundo?

Provavelmente não com tanta frequência quanto você pensa. Mas você sabia que a respiração profunda é uma das nossas ferramentas mais fáceis, convenientes e naturais para combater problemas como estresse e ansiedade, reduzir a dor, a pressão alta e até mesmo auxiliar na digestão?

Estresse do dia-a-dia

“Lutar ou fugir” é a resposta do nosso organismo ao estresse. É o que o corpo faz ao se preparar para enfrentar ou evitar o perigo. Mas os problemas começam quando essa resposta é constantemente provocada por eventos do dia-a-dia, como problemas financeiros, engarrafamentos, preocupações com o trabalho ou problemas de relacionamento. Resultando em outros problemas: os de saúde.

Como exemplo, a hipertensão, um importante fator de risco para doenças cardíacas. A resposta ao estresse também suprime o sistema imunológico, aumentando a suscetibilidade a resfriados e outras doenças. Além disso, o aumento do estresse pode contribuir para a ansiedade e a depressão.

No entanto, não podemos evitar todas as fontes de estresse em nossas vidas, mas podemos desenvolver maneiras mais saudáveis ​​de responder a isto. Uma maneira é invocar a resposta de relaxamento.

Tente relaxar

A resposta de relaxamento é um estado de repouso profundo que pode ser obtido de várias maneiras. O primeiro passo é aprender a respirar profundamente.

Praticando o foco na respiração

O foco na respiração ajuda você a se concentrar na respiração lenta e profunda e ajuda a se livrar de pensamentos e sensações que distraem. É especialmente útil se você tende a segurar o estômago.

Benefícios da respiração profunda

A respiração profunda também recebe os nomes de respiração diafragmática, respiração abdominal e respiração compassada. Quando você respira profundamente, o ar que entra pelo nariz enche totalmente os pulmões e a região inferior da barriga sobe.

Diminui o estresse e aumenta a calma. Quando você fica estressado ou ansioso, seu cérebro libera cortisol, o “hormônio do estresse”. Respirando fundo, sua frequência cardíaca diminui, mais oxigênio entra na corrente sanguínea e, por fim, se comunica com o cérebro para relaxar.

Alivia a dor. A respiração profunda desencadeia a liberação de endorfinas, o que não só ajuda a criar uma sensação de bem-estar, mas também combate a dor.

Estimula o sistema linfático (desintoxica o corpo). A respiração libera monóxido de carbono. Na verdade, a respiração é responsável por 70% da limpeza do corpo das toxinas (os outros 30% são pela bexiga e intestinos). Se você não respirar totalmente, seu corpo irá trabalhar horas extras para liberar essas toxinas.

Melhora a imunidade. Quando o sangue está totalmente oxigenado, ele transporta e absorve nutrientes e vitaminas com mais eficiência. Quanto mais limpo for o sangue, mais difícil será para as doenças permanecerem presentes em seu sistema.

A vida flui melhor

Aumenta a energia. Quanto mais oxigênio houver no sangue, melhor será o funcionamento do nosso corpo. Também melhora nossa resistência.

Reduz a pressão arterial. Conforme os músculos relaxam, os vasos sanguíneos dilatam, melhorando a circulação e diminuindo a pressão arterial. A respiração profunda também diminui e regula a frequência cardíaca, o que também ajuda a reduzir a pressão arterial.

Melhora a digestão. Quanto mais você respira fundo, mais fluxo sanguíneo saudável você produzirá, o que, por sua vez, faz com que seus órgãos funcionem com mais eficácia, incluindo os intestinos.

Ajuda a manter a postura correta. Na próxima vez que você inspirar, observe que simultaneamente alonga e endireita a coluna. Para respirar fundo, seus pulmões ocupam o máximo de espaço, seu diafragma puxa para baixo, então, por sua vez, seu torso se endireita para que isso seja possível.

Encontre a técnica se ajuste melhor a você.

Maneiras de obter a resposta de relaxamento

  • Relaxamento muscular progressivo
  • Meditação mindfulness
  • Ioga, tai chi e QiGong
  • Oração repetitiva
  • Imaginação guiada

Criando uma rotina
Você pode tentar várias técnicas diferentes de relaxamento para ver qual funciona melhor para você. Mas se nenhuma das técnicas acima adequar-se a você, faça apenas o seguinte:

  • Escolha um lugar onde você possa se sentar (ou deitar) de maneira confortável e silenciosa.
  • Não tente muito. Isso pode apenas deixá-lo tenso.
  • Não seja muito passivo também. A chave para obter a resposta de relaxamento está em mudar seu foco dos fatores estressantes para ritmos mais calmos e mais profundos – e ter um ponto focal é essencial.
  • Tente praticar uma ou duas vezes ao dia, sempre no mesmo horário, para aprimorar o sentido do ritual e estabelecer um hábito.
  • Tente praticar pelo menos 10-20 minutos por dia.

Pratique. Inspire… espire…

Cuide-se!


Referências: Harvard Health Publishing e Urbanbalance Fotos: unsplash.com



Apoie o “A Gota” comprando um café. Clique aqui.



Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s